Bira, residindo em Piracicaba, é o atual Técnico da forte Equipe do Tupã

Prof. Bira, com passagens como ex-atleta por Santos e Palmeiras, falou ao PN

Por Marcelo Alessandro 10/06/2020 - 12:17 hs
Foto: Assessoria Prof. Bira
Bira, residindo em Piracicaba, é o atual Técnico da forte Equipe do Tupã
Bira é Licença A da CBF, atualmente técnico do Tupã

Prof. Bira, Técnico de futebol residente em Piracicaba, assume a Equipe do Tupã

Bira, de longa história no futebol, bateu um papo com o PN, falou sobre a Carreira, a vida e os grandes amigos e seu novo desafio: o comando técnico da estruturada equipe do  Tupã (interior de Sp).

PN - Bira, é uma honra tê-lo no Piracicaba News. Seja bem-vindo e conte como começou a sua história no futebol, como foi sua infância até se tornar um profissional no esporte.

Bira - Prazer enorme falar com todos aqui do Piracicaba News. Minha carreira assim como milhares de brasileiros começou com um sonho bem na infância. Meu pai, Bira Arruda foi meu grande espelho, campeão paulista pelo São Paulo FC em 1957 e uma carreira com passagens em grandes clubes de SP e MG. Lembro com apenas 7 anos de idade já caminhando com minha chuteira nas mãos para os gramados da Associação Atlética Itararé, interior de São Paulo onde tive o prazer de vestir o manto da caçula por vários anos sob o comando do treinador Zetão. Aos 13 anos fui para o Marília Atlético Clube, um dos maiores clubes reveladores do Brasil e por lá fui lapidado pelo então treinador Carlos Bulho Fonseca, o Carlão, saindo dali preparado para vôos maiores, passando então pelas bases do São Paulo FC em 1987, Santos FC nos anos de 1989 a 1991 e Sociedade Esportiva Palmeiras até iniciar minha vida profissional no EC Lemense, naquela época na divisão intermediária com apenas 20 anos sob o comando do nosso grande treinador e amigo Adailton Ladeira.

PN - Você teve uma passagem brilhante no Santos. Como foi jogar na Vila?

Bira - Jogar na Vila Belmiro sempre é uma emoção muito forte. O Santos Futebol Clube foi uma lição de vida tanto pessoal como profissional, pois fui descoberto pelo saudoso treinador Ernesto Marques após um jogo na cidade de Ituiutaba interior de MG onde eu defendia a seleção da cidade contra o expressinho do Santos FC. Após o jogo fui convidado para fazer parte do Santos FC e morar na Vila Belmiro. A minha estréia oficial com a camisa do Santos na vila Belmiro, aconteceu em 1990 contra o EC Santo André. Disputei vários campeonatos na base e fiz ali muitos amigos que levo para minha vida até hoje, como Cesar Sampaio, Zé Renato, Paulinho McLaren, Sérgio Guedes, Nando, Marcelo Veiga, Mauricio Copertino entre outros tantos.


Passagem no Santos na década de 90, Bira é o primeiro da esquerda agachado

PN - Quais foram os outros Clubes que você passou e como foram essas passagens?

Bira - Iniciei minha carreira como profissional no EC Lemense, tendo rápidas passagens pela Desportiva ES, Palmeiras, SP, São Carlense SP, cheguei a fazer parte do XV de Piracicaba sob o comando do treinador José Carlos Serrão em 1992 que após um mês, o clube desistiu de entrar no brasileiro e desmanchou todo o elenco. Em 94 tive um acidente de carro, na época estava atuando pelo Uberlândia EC na primeira divisão de MG, precisei parar e dei foco aos estudos.

PN - O que mais te marcou na sua carreira como jogador?

Bira - Embora eu tenho realizado o sonho de jogar em alguns grandes clubes na base, as dificuldades que enfrentei como profissional acredito que me deram grandes ensinamentos e acabei conquistando importantes amizades que levo até hoje e isso acredito ser a maior valia que tenho como gratidão ao futebol.


Bira com Mauro Silva (ex-Seleção), na FPF

PN - Hoje você se formou como técnico. Como se deu essa escolha após o término da carreira e como está seu trabalho hoje?

Bira - A escolha de interromper minha carreira dado a circunstância das dificuldades após o acidente de carro, resolvi mergulhar profundamente nos estudos e na minha carreira profissional, sempre sonhando em pisar novamente nos gramados. Focado na minha família e nos meus estudos, me formei em direito e fiz uma especialização em gestão de pessoas, sempre trabalhando em grandes empresas e ministrando aulas em universidades até que Deus me concedeu a oportunidade de voltar aos gramados. Inicialmente como gestor de uma escola de futebol na cidade de Cerquilho, SP o qual comecei a buscar incansavelmente cursos e qualificações como treinador. Após ter feito minha segunda licença de treinador na CBF, iniciei estagiando como auxiliar de treinador na equipe do Rio Claro FC na disputa da Copa Paulista, após passei dois anos como treinador na base do Desportivo Brasil, tendo ali grandes resultados como três títulos consecutivos na equipe sub15, inclusive levando dois atletas a serem convocados para Seleção Brasileira da categoria. Fui então convidado para ser treinador profissional na serie A3 em 2019 onde conseguimos grandes resultados frente ao Olimpia FC tendo um aproveitamento de quase 65% das partidas disputadas. Este ano durante a Licença A da CBF na Granja Comary tive o convite para ser treinador do Tupã FC no Campeonato profissional da Segunda Divisão e aceitei este grande desafio. Estávamos na pré temporada quando fomos interrompidos por esta pandemia. Logo se Deus quiser voltaremos mais fortes e melhores.


Campeão do Torneio Luneng Shandong em 2018 com o Desportivo Brasil.


Prof. Bira assumiu o Tupã um pouco antes do início da Pandemia

PN - A gente sempre pede para os nossos entrevistados deixarem uma Mensagem aos nossos leitores. Pra você gostaríamos de pedir que deixasse uma mensagem para os que querem ingressar no futebol, pode ser?

Bira - Lógico, com maior prazer deixo aqui duas mensagens. A primeira que carrego comigo desde o meu tempo de jogador e as minhas leituras bíblicas nos tempos de alojamento: Tudo posso Naquele que me fortalece – Filipenses 4:13

A segunda após toda esta minha experiência com Deus: nada vai ser fácil, persista e creia, pois o resultado será conseqüência daquilo que você faz.


Bira durante o curso da Licença A da CBF, com Prof. Felipe Ximenes, ex CEO do Flamengo, Wendel (ex-Palmeiras) e Ronaldo Luiz (ex-São Paulo)


*Confira mais fotos do Prof. Bira na Galeria abaixo