Ronaldo Guiaro, ex-Atleta, teve uma das Carreiras mais importantes entre os atletas Piracicabanos!

Ronaldo teve passagens por grandes Clubes no Brasil e Europa e agora trilha Carreira de Treinador!

Por Marcelo Alessandro 20/06/2020 - 08:25 hs
Foto: Assessoria do Atleta
Ronaldo Guiaro, ex-Atleta, teve uma das Carreiras mais importantes entre os atletas Piracicabanos!
Zagueiro Craque! Piracicabano Ronaldo Guiaro teve carreira brilhante como atleta

Prazer, Ronaldo Guiaro, Piracicabano!

Ex-Atleta teve uma das Carreiras mais importantes entre os atletas Piracicabanos, Ponte Preta, Guarani, Atlético-Mg, Europa, Seleção e Santos. Por onde passou foi ídolo. Ronaldo Guiaro (o Nê, para a família e os amigos de infância) é o entrevistado da vez no Piracicaba News. Confira essa Resenha sensacional!


PN - Ronaldo, seja bem vindo ao Piracicaba News, é um prazer enorme entrevistar um dos maiores zagueiros da história de Piracicaba com carreira internacional e passagem pela Seleção. Como tudo começou no futebol pra você.

Ronaldo - Eu que agradeço pela oportunidade! Bom tudo começou em meados de 1985,  quando me convidaram pra jogar nas escolinhas do Clube de Campo. Na época eram o Biro e o Mazine os treinadores, depois disso em um certo dia brincando do lado da minha casa no campinho de terra o Prof. Hélio Sarcedo que na época era treinador das categorias de base da Ponte Preta me convidou para fazer um teste e fui aprovado. Aí foi quando tudo começou em equipes profissionais.

PN - Você teve um verdadeiro "caso de amor" com a Torcida do Galo na passagem pelo Atlético Mineiro. Conte-nos como foi isso.

Ronaldo – Realmente, foi um uma “ligação” que permanece até hoje, eu estava no Guarani tinha trabalhado com o Levir Culpi, dai ele saiu e o treinador que chegou na época não me colocou mais pra jogar. Coisa que acontece no futebol constantemente, pois cada treinador tem sua forma de jogar e procura escalar o atleta com perfil que se enquadra no seu esquema, e com isso acredito que eu não era o tipo de atleta que servia para o esquema dele, mas mesmo tendo poucas oportunidades, fui convocado para Panamericano na Argentina com a Seleção, voltei e continuei sem oportunidades. Nisso o Levi pedi minha contratação e acho que foi o que melhor aconteceu para minha vida profissional pois ali no Atlético tudo começou a dar certo. Fui campeão Mineiro em 95, fui várias vezes convocado para Seleçao Brasileira, disputei as Olimpíadas de Atlanta conseguindo a medalha de bronze, retornando das Olimpíadas fomos até as semi-finais do Brasileiro de 96 e no meio disso tudo em 95, teve uma campanha do FICA RONALDO no Atlético para comprar meu passe do Guarani, foram 2 anos maravilhosos em BELO HORIZONTE.


Ronaldo Guiaro no Atlético Mineiro

PN - E a sua carreira internacional, como aconteceu Ronaldo? E que momentos você destaca da sua trajetória no futebol europeu?

Ronaldo - Terminando o brasileiro em 96 eu e o Atlético não chegamos ao acordo de renovação e fui vendido para o Benfica, foi muito difícil o primeiro ano em termos de adaptação fui com uma cirurgia no joelho, joguei muito pouco, o Benfica na época não estava bem, mais mesmo assim permaneci 5 anos mais não foram anos que convenci, pois eu mesmo sabia que faltava algo para mim, sai depois de 5 anos fui para Turquia para o Besiktas e ali foi uma das melhores fases da minha carreira... Tudo acontecia, me sentia em casa me sentia da mesma forma que me senti em Belo Horizonte, tudo correu bem fomos campeões no ano do centenário do clube, fazia gols jogava bem quase todos os jogos, ganhava prêmios após partidas de melhor jogador, foi uns dos melhores momento de minha vida! Aí retornei ao Brasil  e fiquei 1 ano no Santos, e logo após retornei a Grécia num time mediano, mas num país com um projeto muito bom, permaneci 5 anos até que finalmente terminei a carreira de jogador de futebol.

Ronaldo na Turquia 


Ronaldo se apresentando no Santos, passagem campeã com Luxemburgo.

PN - Ronaldo e Seleção. Como é para um atleta vestir a amarelinha? Como foi a Seleção Brasileira pra você?

Ronaldo - Bom servir o país naquela época era uma coisa sem explicação, pois tínhamos uma concorrência muito grande, poderíamos ter 3, 4 times de alto nível técnico naquela época. Fui em vários jogos pela Seleção principal e depois alguns jogos antes das Olimpíadas, meu momento era muito bom no Atlético e isso me fez ter a vaga, explicar a sensação é muito difícil até hoje não consigo, pois é uma sensação de alegria, de poder, de saber que tudo que você está fazendo na sua carreira está no caminho certo... É a consagração do seu trabalho! Infelizmente nas Olimpíadas não conseguimos a medalha de ouro, pois tínhamos uma Seleção maravilhosa para isso, e não tendo conseguido a medalha e a ida pra Portugal esses fatores todos, acredito que prejudicaram um pouco o meu futuro na Seleção após as Olimpíadas.


Ronaldo teve passagens marcantes pela Seleção e foi bronze Olímpico.

PN - Falando de Piracicaba, você teve um momento muito marcante na sua vida, ao lado da sua família, morando ao lado do famoso campo do "Raspadão" no São Judas, que a gente acredita que foi aonde tudo começou. Que lembranças você tem dessa época?

Ronaldo – É, na verdade nós que formamos o campinho, pois ali o que tínhamos era um terrão cheio de piçarra. Nós mesmos limpamos e fizemos um campo, que ganhou o apelido de Raspadão por isso. São as melhores lembranças com certeza, dos amigos, da infância... Lá tínhamos o Bozó que também se tornou jogador, o Galê, Fabiano que também jogou em Clubes,meu irmão Robertinho, o Ne Gordo, Paulão entre outros muitos, fazíamos grandes jogos ali, recebíamos times de outros bairros e grandes craques passaram por ali, foi ali que o nosso sonho começou...

PN - Você começou há alguns anos atrás a sua carreira de Técnico. Quais são seus planos e projetos futuros?

Ronaldo - Então quando parei de jogar fui estudar ,fiz os Cursos todos da CBF, tive a oportunidade de trabalhar no Xv no Sub-20 e em alguns jogos no profissional, mais o meu momento acabou foram vários coisas que aconteceram que até hoje não entendi e nem quero entender. Mas já é passado! Estou trabalhando como Auxiliar do Cléber Gaúcho em Rio Claro no Velo Clube, estamos disputando a A3 e estamos em terceiro lugar um trabalho maravilhoso. Tenho projetos para trabalhar fora do país ainda, mais isso é coisa pra futuro, hoje em dia no Brasil está muito difícil você seguir e conseguir um Clube para se trabalhar pois ninguém te dá oportunidade se você não tiver um Curriculum nas costas.


PN - Ronaldo onde você passou você é respeitadíssimo, ídolo eterno em alguns clubes como o gigante Benfica, Atlético Mineiro entre outros. A que você atribui esse seu grande diferencial? Que conselho você daria pra essa molecada da base que aliás você trabalha hoje?

Ronaldo - Bom, é muito difícil falar de si mesmo, mais para mim acho que foi a minha humildade de respeitar as pessoas, trabalhar sempre a 110%, me cuidar muito fora de campo, e querer sempre aprender mais, escutar os mais velhos pois eles sempre tem algo que possa nos servir e nos ajudar a melhorar, acho que isso foram os fatores pra eu ter sido um bom profissional.

PN - Valeu Ronaldo, agradecemos por essa entrevista maravilhosa e que em breve possamos noticiar suas novas conquistas porque você é uma cara vitorioso. Muito obrigado!

Ronaldo - Agradecer aqui a oportunidade de estar falando com o Piracicaba News, contando um pouco da minha vida, a família que sempre me apoiou, e mandar um abraço a todos os amigos de nossa infância, não nos vemos muito mais sempre que encontramos alguém sempre lembramos da nossa época mágica aqui em Piracicaba. Abraços!

Confira o vídeo do "Desafio do Travessão" do Giovanninho com o Ronaldo Guiaro:


*Abaixo mais fotos da Carreira na Galeria